sexta-feira, 21 de novembro de 2008

Real


Do criticamente aclamado autor de Slam Duck e Vagabond.

Real (リアル Riaru) é a serie de manga escrita por Takehiko Inoue, que retrata a história de rapazes em cadeira de rodas que jogam basketball. A manga tem sido serializada pela Shueisha Young Jump e até à data, já vendeu mais de 9 milhões de cópias apenas no Japão.

Já está em minha posse este primeiro volume da série Real de Takehiko Inoue. Como sempre e como não podia deixar de ser, Takehiko traz-nos mais uma manga de alta qualidade, sendo esta a quarta vez que este aborda a temática do basketball. Uma particularidade do autor é que este transporta as suas personagens para situações difíceis com o intuito de os obrigar a mudar a sua vida e a optar por caminhos completamente diferentes. Real retrata três dramas - a vida de três jovens completamente diferentes mas com uma paixão em comum - o basketball. É um acidente de de mota, o cancro do osso e um atropelamento - acontecimentos trágicos que lhes mudaram a vida, colocando-os do mesmo lado da moeda. Eles, agora serão obrigados a enfrentar os problemas aliando-se a uma força que terão de encontrar no seu interior. Força esta que desconhecem inicialmente, mas que mais tarde, fará para eles e para aqueles que os rodeiam toda a diferença.
Real é sem a mínima dúvida uma história de vencedores. De jovens que apesar dos problemas têm a força e a coragem de procurar o caminho certo.



Apesar de muito diferentes, Hisanobu Takahashi (na esquerda), Tomomi Nomiya (centro) e Kiyoharu Togawa (à direita) todos partilham um enorme prazer pelo basket.
As coincidências e as tragédias irão os unir... Tomomi é um rebelde, aparentemente com um futuro tudo menos promissor, em que a única coisa que parece o motivar é a equipa de basketball da escola, da qual faz parte. Uma noite tudo muda para pior, depois de uma noite inteira a convidar jovens raparigas para darem uma volta consigo de mota, ele finalmente encontra uma - Natsumi. Porém o destino prega-lhe uma partida, ambos têm um acidente e Natsumi fica gravemente ferida, condenada a uma cadeira de rodas. Como se não basta-se Tomomi é também expulso da escola e como tal, deixa de jogar na equipa de basketball. Mas o pior para si é enfrentar as visitas ao Hospital e ter de conviver com resultado do seu erro. Enquanto isso Kiyoharu dedica-se ao desporto - o basket. O único prazer que conheceu depois de se ver num corpo limitado. O cancro do osso roubou-lhe uma perna, mas não lhe roubou a vida - ele é um herói na modalidade de basketball em cadeira de rodas. Quanto a Hisanobu, é um jovem egoísta e intolerante. Porém há um dia que depois roubar uma bicicleta ele é atropelado por um camião o que o leva a perder toda e qualquer possibilidade de voltar a andar. Os medos arrastam-o para um buraco cada vez mais profundo. Será ele capaz de voltar a restabelecer a sua vida?
Vejá também, do autor e não só: Vagabond, Slam Dunk, Sanctuary e Akira.

quinta-feira, 20 de novembro de 2008

Hotel


Uma história comovente de sobrevivência



A raça humana encontra-se em vias de se extinguir. É urgente encontrar um solução. É urgente proteger a todo o custo o DNA e dessa forma a possibilidade futura de voltar a restabelecer a Humanidade. Uma torre é construída para albergar esse mesmo DNA e lá dentro habita o seu protector - um robô chamado Armstrong.

Gantz capítulo 284 - Factory




E eu sou tão podre... que até coloco aqui a imagem da ultima página do capitulo. Talvez seja porque tenho a séria impressão de que os mistérios de Gantz estão-se a desfazer e a manga está a tornar-se cada vez mais interessante. Isto é para abrir o apetite daqueles que não têm acompanhado a série.
Capítulo para leitura online aqui: Gantz 284

Artbook Evangelion - Der Mond


Morri!


Mas vão ter notícias...




Bem devem se estar a perguntar: Mas o que é isto? Bem é um figura (feminina, claro) virtual com a qual podemos interagir através de uma webcam. O único requisito é um bom pc, já que o programa é um devorador de recursos. O produto foi lançado recentemente pela Geisha Tokyo Entertainment e rapidamente esgotou.
Isto é o sonho tornado realidade de muitos japoneses, e não só. Podem bater à menina, tirar-lhe a roupa e ouvir a sua inocente voz...

A intenção era matar-me do coração:


Steven Spielberg e Will Smith discutem remake de Oldboy

Segundo a Variety, Steven Spielberg e Will Smith estão a discutir uma possível colaboração para um remake do filme Oldboy, de Chan-wook Park.

Em que querem transformar isto:


E porque gosto muito desta música e do anime também já agora.


RahXephon - La, la Maladie du Sommeil


terça-feira, 18 de novembro de 2008

PROTESTO



Não gosto de ofender as pessoas e respeito os gostos de cada um. Porém existem momentos em que é difícil de suportar os fenómenos populares que acontecem esporadicamente no mundo da manga - aqui em Portugal. São eles por exemplo e actualmente: One Piece, Bleach e Naruto. Por isso e cansada desta onda, em que toda a gente gosta das mesmas coisas: PROTESTO!!
Todos sabemos que é difícil comprar manga em Portugal e torna-se ainda mais complicado quando colocamos de parte a Fnac (o meu caso) que vende sobretudo manga em Francês. Temos no Porto apenas duas lojas especializadas em BD e Manga que são a: Central Comics e o Mundo Fantasma. Esta última apresenta-nos uma grande variedade de produtos ligados ao mundo dos quadradinhos, e os leitores correm a procura das novidades ou simplesmente planeiam terminar as suas colecções favoritos. Já a Central Comics é uma pequena loja que pratica melhores preços, apesar de não ter uma tão grande variedade. Mas algo aconteceu recentemente. Uma noticia que me deixou bastante frustrada. A loja Central Comics deixou de comercializar os volumes de Vagabond. Não sei se têm a noção de que Vagabond é uma manga extremamente popular no Japão e que desde o seu inicio tem ganho diversos prémios, muitos deles internacionais. O autor destaca-se também pela obra completa de Slam Dunk e mais recentemente por Real, que ainda não foi publicada em Portugal e receio mesmo que possa nunca vir a sê-lo. Portanto à que convir que a Manga de Takehiko Inoue tem qualidade e seria de esperar que mais pessoas a comprassem em Portugal. Pois bem, apenas 2 pessoas, estavam a fazer a colecção de Vagabond e a compra-la na Central Comics. Duas pessoas acorriam à loja a procura do próximo volume. Duas pessoas juntavam o dinheirinho suficiente para a compra. Liam e reliam o volume e esperavam impacientemente pelo momento de terem o proximo em suas mãos.



Talvez não chegue o dia em que ao entrar numa livraria em Portugal nos deparamos com uma estante como esta. Não protesto contra a loja - a Central Comics, aliás felicito-os por manterem uma loja assim aberta. Mas protesto a uma onda de "mau gosto" sobretudo juvenil. Protesto aqueles que não procuram mais e melhor, que se limitem sempre a vulgaridade, aquilo que é popular e que não permitam que outras séries de qualidade superior persistam neste pais. Não falo apenas de Vagabond. Falo por todos os outros produtos, como o cinema, que sofrem por não serem tão populares/comerciais que passam ao lado da maior parte das pessoas.
Gostava que algo muda-se... dêem as boas graças a mudança e não se mantenham de sempre e de todo presos aos velhos gostos. Desenvolvam uma atitude critica e não comam tudo o que lhes dão para comer.

Piercing


Download

Com alguma persistência lá consegui disponibilizar este one-shot da autoria de Takehiko Inoue para download no anime max. Aviso já que está em Italiano. Não compreendo porquê que não se encontra em inglês. Ainda assim, e visto que a língua italiana não é muito diferente do português, lá decidi fazer este post. Aproveitem na mesma!

terça-feira, 11 de novembro de 2008

quarta-feira, 5 de novembro de 2008

GOTH



Recentemente foi colocado online o trailer de GOTH, o filme de Gen Takahashi que resulta da adaptação da popular novel de Otsuichi.
Veja também aqui: GOTH (manga)